Taxa de desemprego 2022

Última atualização em 4 de fevereiro de 2021

Muito se fala em taxas nos portais de comunicação, jornais, noticiários… E deve ser mostrado mesmo, afinal é algo que afeta toda a população brasileira. Por isso ao longo deste texto iremos tirar algumas dúvidas comuns sobre a taxa de desemprego 2023 e deixar você bem informado sobre o assunto.

Dê uma espiada nos tópicos que iremos mostrar por aqui:

  • O que é a taxa de desemprego?
  • Como a taxa de desemprego é calculada?
  • Qual órgão faz essa pesquisa?
  • Qual é a taxa de desemprego de 2023?
  • Como foi essa taxa ao longo dos anos?
  • Qual é a previsão do desemprego para 2021?

Pronto para entender bem a taxa de desemprego? Então preste muita atenção em cada um dos tópicos que lhe mostraremos a partir de agora…

taxa de desemprego 2023

O que é a taxa de desemprego

No Brasil a taxa de desemprego é uma pesquisa que mostra a desocupação oficial pelo Brasil, ou seja, a porcentagem de pessoas que são economicamente ativas e não estão trabalhando de carteira assinada no momento.

Essa taxa é divulgada todos os meses pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a partir de estudos feitos com toda a população brasileira.

É tão comum ser falado sobre isso nos jornais justamente por ser realizada com tanta frequência, todo o mês são mostrados novos dados sobre a situação trabalhista no país.

Você sabe como essa taxa é calculada? Aprenda agora mesmo no próximo tópico!

Como a taxa de desemprego é calculada

A taxa de desemprego é estabelecida pelo IBGE de acordo com as regras estabelecidas pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) que vem de tempos em tempos sendo atualizada.

Assim acontece mês a mês um levantamento, chamado de Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) contínua, visita mensalmente 70 mil domicílios em todo o país. São amostras intercaladas e, ao longo de um trimestre, são visitadas ao todo 211 mil famílias, em 3.464 municípios.

Todos os brasileiros com mais de 14 anos são entrevistados e questionados quanto a todos os tipos de ocupação: no setor público, com carteira de trabalho, sem carteira de trabalho e trabalhadores autônomos.

Assim é possível transformar essas respostas em porcentagens e consequentemente, nas taxas de desemprego que tanto vemos.

Vamos conhecer um pouco melhor o órgão que faz essa pesquisa? Atenção hein:

Qual órgão faz essa pesquisa

A pesquisa da taxa de desemprego oficial do Brasil é sempre realizada pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que é uma instituição pública brasileira. Sendo assim as pessoas que trabalham nesses estudos são sempre concursadas, mesmo que seja apenas para um contrato temporário.

O IBGE é responsável por diversos tipos de pesquisa, como preços de mercado, taxas do IPCA e até o Censo Demográfico que acontece a cada 10 anos.

Vamos ver agora o ponto central deste artigo: Qual é a taxa de desemprego este ano!

Qual é a taxa de desemprego de 2023

A taxa de desemprego das pesquisas realizadas entre dezembro de 2022até março de 2023 registrou a taxa de desemprego de 12,4% subindo assim 11,6% comparando com o trimestre anterior.

Vamos ver como foi a média da taxa de desemprego ao longo dos últimos anos? Observe no próximo tópico…

Leia também:

Como foi essa taxa ao longo dos anos

desemprego ao longo dos anos a partir de 2015

A taxa de desemprego vem sempre variando ao passar dos meses e anos. A queda na taxa é um bom sinal para o país, já que significa uma perspectiva melhor de mercado. Já o aumento dessa taxa não é algo de se comemorar, são famílias sem sustento e uma economia em más condições.

Veja agora como foi a taxa de desemprego segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nos últimos anos:

  • Em 2018 – taxa de 12,3%
  • Em 2017 – taxa de 12,7%
  • Em 2016 – taxa de 11,5%
  • Em 2015 – taxa de 8,5%
  • Em 2014 – taxa de 4,8%
  • Em 2013 – taxa de 4,3%
  • Em 2012 – taxa de 5,5%
  • Em 2011 – taxa de 6,0%
  • Em 2010 – taxa de 6,7%
  • Em 2009 – taxa de 8,1%
  • Em 2008 – taxa de 6,8%

Assim fica bem visível a variação da taxa de desemprego com o passar dos anos, não é mesmo? Com a crise econômica em que o Brasil está passando hoje a taxa está altíssima, mas há boas previsões por aí…

Vamos ver qual é a previsão da taxa de desemprego para o final deste ano e para o ano seguinte, 2021. Acompanhe conosco em nosso último tópico do artigo!

Qual é a previsão do desemprego para 2021

A Organização Internacional do trabalho (OIT) apontou recentemente que a taxa de desemprego do Brasil está o dobro da média mundial, hoje em 5% de desemprego. Mas apesar disso há uma previsão de leve melhora.

A previsão é que para esse ano, 2023, essa taxa cai para 12,2% e que em 2021 caia ainda mais, ficando com a taxa de desemprego em 11,7%.

São apenas previsões, mas com boas ações do governo e uma melhora na economia nacional é bem possível de transformar em realidade. Grandes projetos de incentivo ao emprego podem ajudar muito nisso e ainda colaborar com o crescimento nacional.

Conclusão

Segundo os dados pelo IBGE, desemprego sobe muito em comparação com 2015 e mais de 12 milhões de pessoas no nosso país ficam sem emprego.

O ano 2023 é ano de eleições para prefeitos, iremos ver o que os prefeitos eleitos podem fazer com a taxa de desemprego no país. Acredito que o presidente Jair Bolsonaro também tem muito a fazer para abaixar a taxa de desemprego, visando re-eleição dele na eleições presidencial no 2022.

Ficou com alguma dúvida quanto a taxa de desemprego do Brasil em 2023? Deixe o seu comentário abaixo e logo responderemos!

Não esqueça de compartilhar com os seus amigos em suas redes sociais!

Samara

Samara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *