Tabela de pagamento dos lotes de restituição do imposto de renda 2021

Tabela de pagamento dos lotes de restituição do imposto de renda 2021

Última atualização em 14 de fevereiro de 2020

Você já consultou se tem direito à restituição do imposto de renda 2021? A Receita Federal disponibiliza aplicativos para fazer a verificação e situação cadastral. Por meio dele, é possível consultar informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Confira mais informações sobre a restituição do imposto de renda para este ano!

Calendário de restituição do imposto de renda 2021

Tabela de pagamento dos lotes de restituição do imposto de renda 2021

No dia 15 de agosto, foi liberado o terceiro lote da restituição do IRPF 2021. Dois lotes já foram pagos: o primeiro, no dia 15 de junho e o segundo, no dia 16 de julho deste ano.

Confira as próximas quatro datas de pagamento dos lotes de restituição do IR neste ano:

  • 4º lote, em 17 de setembro de 2021;
  • 5º lote, em 15 de outubro de 2021;
  • 6º lote, em 16 de novembro de 2021; e
  • 7º lote, em 17 de dezembro de 2021.

Foram mais de 28,8 milhões de contribuintes que realizaram a entrega da declaração em 2021.

Como saber se a restituição do imposto de renda 2021 foi liberada?

restituição do imposto de renda 2021

Para verificar se a restituição foi liberada, é preciso acessar a página da Receita na Internet (http://rfb.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146.

Pelo aplicativo é uma ótima ideia, já que ele avisa quando o valor for liberado.

Assim, é necessário:

– Realizar a instalação do aplicativo para dispositivos móveis (tanto Android quanto iOS);
– Acesse o serviço Consulta Restituição;
– Informar o CPF e o exercício da declaração desejada;
– Caso a restituição ainda não tenha sido creditada, clique sobre a estrela;
– Quando a restituição for enviada para a conta informada na declaração, o dispositivo receberá o alerta: “Restituição enviada para o banco“.

Caso você tenha visto que tem direito à restituição e o lote já tenha sido liberado, mas o seu valor não tenha sido creditado, será necessário:

  • Contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou
  • Ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

O contato terá a finalidade de agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

A restituição ficará disponível para saque apenas durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio de Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Gastar ou investir o valor da restituição?

Educadores financeiros orientam que a prioridade, ao receber as restituições, sejam as contas. Assim, se você contar com contas de serviços e boletos de pagamento em atraso, é melhor quitá-las.

Se não possuir contas em atraso ou, mesmo após a quitação, sobrar algum valor, prefira investir ou criar uma reserva financeira para imprevistos.

O que é Imposto de Renda?

O Brasil é um dos países onde se paga mais impostos, isso é algo que todos sabemos. ICMS, IPTU, IOF e muitos outros são alguns dos exemplos mais conhecidos de impostos. Esses impostos são recolhidos pela União com o intuito de devolver à sociedade na forma de benefícios sociais, melhorando a infraestrutura das edificações, além de investir em saúde, educação e qualidade de vida dos cidadãos.

Um imposto que é recolhido anualmente é o imposto de renda. Mas afinal de contas, você de fato do que se trata o Importo de Renda? Continue lendo e confira tudo que preparamos para você sobre o imposto de renda, para não perder mais tempo e declarar o seu e evitar qualquer tipo de surpresa desagradável da receita federal.

O Imposto de Renda 2021 nada mais é que um imposto anual, o qual é cobrado pela Receita Federal das pessoas físicas e pessoas jurídicas. Nesse sentido, o imposto busca ser o mais justo possível, por isso ele é com base nos rendimentos de cada indivíduo, fazendo assim que pessoas que ganham mais dinheiro paguem imposto proporcional aos seus rendimentos.

Esse Imposto Leva em consideração os rendimentos dos indivíduos, nesse sentido, o Governo Federal considera para esse cálculo os salários, aluguéis, prêmios de loteria e investimentos. Assim, ele está dividido em dois impostos específicos, o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) e o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ). Confira a diferença entre cada um deles:

Imposto de Renda Pessoa Física

O IRPF é o imposto que incide sobre a renda das pessoas que residem no Brasil ou no exterior, mas que possuem alguma fonte de renda aqui no país. Nesse sentido, entram para os cálculos todos os rendimentos já citados ligados ao CPF de cada indivíduo maior de 18 anos associado a uma fonte de renda. Vale lembrar também que existe uma renda mínima para ser levada em consideração no cálculo do imposto de renda, caso a pessoa não possua essa renda mínima estará isento do imposto. A alíquota do imposto varia de acordo com a renda de cada indivíduo.

Imposto de Renda Pessoa Jurídica

O imposto de renda cobrado para as pessoas jurídicas é destinado a todas as empresas brasileiras. Nesse sentido a alíquota do imposto é aplicado sobre o lucro real, presumido ou arbitrado, onde tudo irá depender do tipo de atividade desenvolvida e pelo porte da empresa.

Dessa forma, todas as empresas estão sujeitas ao pagamento do imposto anualmente. A Alíquota aplicada sobre o lucro da empresa é de 15% sobre o lucro apurado, existindo mais um adicional de 10% sobre a parcela do lucro que exercer R$ 20.000,00.

Qual o prazo para declarar o Imposto de Renda 2021?

Como dito anteriormente, o Imposto de Renda é cobrado anualmente pelo Governo Federal. Comumente, o governo inicia a declaração do imposto de renda no primeiro dia útil do mês de março e finaliza às 23 horas e 59 minutos do último dia útil do mês de abril. No ano de 2021, o prazo de declaração do imposto se inicia no dia 07 do mês de março e se encerra no dia 30 do mês de abril.

O que devo deduzir da declaração?

Algumas pessoas podem obter descontos no seu imposto de renda anual. Isso ocorre porque é possível fazer a dedução do imposto com base nos seus gastos. Nesse sentido, é de suma importância que você saiba que existe duas formas de você fazer dedução no seu imposto de renda 2021, são elas: a dedução completa e a dedução simples. Confira do que se trata cada uma delas:

Dedução completa

Como o próprio nome diz, é uma dedução mais completa. Nesse sentido, é possível que você consiga deduzir do seu imposto custos como: educação, despesas médicas, dependentes doações e muito mais. Ela permite uma análise mais minuciosa dos seus gastos, permitindo que você consiga deduzir pequenos detalhes que passam em branco na dedução simplificada.

Dedução simplificada

Nesse tipo de dedução, como o próprio nome diz, é uma situação bem mais simples. Nesse sentido esse tipo de dedução não leva em consideração os itens anteriores e sim uma alíquota fixa de 20% da renda tributável no limite de até R$ 16.754,34.

Leia também:

Entenda a restituição

A restituição nada mais é que uma parte dos impostos pagos por você durante todo o ano. Nesse sentido, o Governo Federal leva em consideração as informações prestadas por você no Imposto de Renda para saber se você tem direito ou não a restituição.

Caso você tenha direito a restituição, ela será liberada para saque até o final do ano da declaração. Mas vale lembrar, que o governo irá levar em consideração a sua declaração do Imposto de Renda, nesse sentido, se ele verificar que você pagou menos impostos do que deveria, será gerado um boleto para você pague o débito ou o mesmo poderá ser descontado de forma automática da sua conta.

Quanto custa para fazer a declaração do imposto de renda?

O valor que será pago para declarar o imposto de renda vai variar. Isso porque é possível que você encontre contadores que cobram R$ 50,00 pelo serviço, assim como existem contadores que cobram R$ 200,00 pelo serviço. Tudo vai depender do profissional que você procurar. Além disso, é possível inclusive que você faça a declaração do seu Imposto de Renda sozinho e de forma gratuita, basta utilizar o programa fornecido pelo Governo Federal.

Malha fina, o que é?

A Malha Fina é uma amostragem feita pela Receita Federal com o intuito de encontrar irregularidades nas informações prestadas por você no seu Imposto de Renda. Caso você caia na Malha Fina, existem duas possibilidades: pequenas divergências ou casos excesso ou ausência de informações.

Nos casos de pequenas divergências, você poderá corrigir através do próprio portal E-Cac sem qualquer problema. Mas caso você precisa adicionar ou excluir alguma informação da sua declaração, terá que fazer uma Declaração de Retificação

Gabriel

Gabriel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *