Como consultar o PIS 2021 – tabela do pagamento

Como consultar o PIS 2021 – tabela do pagamento

Última atualização em 15 de abril de 2021

Muitas pessoas não sabem exatamente a relação entre o PIS, o FGTS e o abono, além de ter dúvidas sobre como consultar os seus respectivos saldos. Na realidade, o Programa de Integração Social (PIS) é uma iniciativa do governo federal com a finalidade de receber todas as constituições trabalhistas do cidadão.

Com isso, o PIS é classificado como um fundo, como um investimento. Já o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o abono salarial são retirados desse fundo. É por isso que a pessoa que quer consultar o seu valor de PIS e de abono precisa fornecer o número do PIS: porque todas essas informações são interligadas.

Outro momento importante da vida que requer o uso do PIS é o pedido de aposentadoria. Afinal, é pelo número do PIS que o INSS vai conferir quanto tempo o trabalhador tem de registro e, assim, poderá calcular o seu tempo de contribuição para deferir ou não o benefício. Também é necessário fornecer o PIS na hora de reivindicar o seguro desemprego.

Como o trabalhador consegue o PIS 2021

quem tem direto ao pis 2021

Sabendo que o PIS é indispensável para receber direitos trabalhistas, as pessoas menos experientes ficam em polvorosa querendo descobrir como obter a sua inscrição, mas não é preciso fazer nada. Uma vez que a empresa registrou a carteira profissional, ela automaticamente criou um número PIS para aquela pessoa.

Quando alguém consegue seu primeiro emprego registrado, o empregador solicita um documento chamado Certidão Negativa, que comprova que aquele indivíduo nunca foi inserido no Programa de Integração Social. A partir de então, com os dados da pessoa contratada, a empresa faz esse cadastro.

Caso o trabalhador vá para outra empresa, o número PIS vai acompanhá-la. Assim, na hora de entregar os documentos admissionais ao novo empregador, essa pessoa vai fornecer um Extrato de PIS em vez de uma Certidão Negativa. Se o trabalhador souber seu número PIS de cor, o extrato pode até ser dispensado.

O indivíduo que quiser confirmar que o seu empregador abriu um cadastro no Programa de Integração Social precisa só comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal. Para dar essa informação, o funcionário solicitará a carteira de trabalho, o CPF e o RG. 

Como funciona a consulta do PIS

site caixa gov para consulta pis

O trabalhador que faz a consulta do PIS, na verdade, está consultando três coisas:

  • Se tem direito ao abono salarial;
  • Se tem seguro desemprego ativo (caso tenha feito o pedido);
  • Quanto tem de FGTS recolhido

Dessa forma, ninguém consulta especificamente o PIS porque ele é apenas um fundo que comporta os benefícios trabalhistas. Na verdade, o indivíduo consulta cada um desses benefícios por intermédio do PIS, o que é diferente.

Muitos cidadãos escolhem fazer a consulta pelo site da Caixa:

  • Acesse aqui;consulta pis 2021 pela caixa
  • Informe um dos dados pedidos;
  • Clique em “Cadastrar/esqueci senha”;
  • Escolha uma senha de acesso

É possível também consultar todos os valores relacionados ao PIS usando o aplicativo Caixa Trabalhador. Ele pode ser instalado em dispositivos IOS e Android e é gratuito, dando ao cidadão acesso a todos os seus benefícios trabalhistas, como calendário do FGTS e do abono.

Para usar o app Caixa Trabalhador, é só ter cadastrado uma senha, de acordo com as orientações acima. Se não for possível cadastrar a senha pelo site, pode-se fazer isso pelo próprio aplicativo.

A consulta dos benefícios incluídos no PIS pode ser feita no 0800 726 0207 ou nas agências da Caixa Econômica, com a ressalva de que é disponível para toda a população e não somente para correntistas.

Leia também: Bolsa Família 2021 – Quem é elegível, qual valor

Veja a tabela do pagamento PIS 2021

​​Nascido em ​Recebem a partir de ​Crédito em conta
​Julho ​25/07/2021 ​​23/07/2021​
​Agosto ​15/08/2021 ​​13/08/2021​
​Setembro ​19/09/2021 ​​17/09/2021​
​Outubro ​17/10/2021 ​​15/10/2021​
​Novembro ​14/11/2021 ​12/11/2021
​Dezembro ​12/12/2021 ​​10/12/2021
​Janeiro ​​16/0​1/2022 14/01/2022
​Fevereiro ​​16/0​1/2022 14/01/2022
​Março ​​13/02/2022 ​​11/02/2022
​Abril ​​13/02/2022 ​​11/02/2022
​Maio ​​19/03/2022​​ 17/03/2022
Junho ​​19/03/2022​​ 17/03/2022

O que fazer se o saldo do PIS está incompleto?

O que fazer se o saldo do PIS está incompleto

É frequente encontrar empregadores que não pagam corretamente todos os direitos trabalhistas do seu funcionário e, muitas vezes, isso é descoberto da pior maneira possível: quando o trabalhador tenta efetuar um saque. É o caso de quem está em período de retirada de abono salarial: muitos descobrem que a sua Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) está incompleta ou desatualizada.

Do mesmo modo, muita gente procura a Caixa Econômica para retirar seu FGTS e percebe que o saldo não está correspondendo ao que deveria. Em situações desse tipo, o cidadão tem a ajuda do Ministério do Trabalho e da Justiça do Trabalho, que confrontam esses empregadores para que a RAIS e os depósitos sejam regularizados.

Com relação a RAIS, é mais simples para o trabalhador ter certeza de que há algo errado: na hora de sacar o abono, o funcionário da Caixa comunicará que faltam informações. Sendo assim, é só falar com o empregador e pedir que ele atualize o cadastro RAIS para que seja possível fazer o saque.

Quando o problema é com o saldo do fundo de garantia, a situação fica mais difícil porque o trabalhador deve ter meios de comprovar que estão faltando contribuições. Para isso, o melhor jeito é manter todos os holerites e fazer a conta de 8% de cada um, somando tudo depois.

Se houver a confirmação de que o FGTS que consta está errado, o trabalhador tem de conversar com seu empregador ou com alguém dos Recursos Humanos e pedir uma verificação. Quando isso não acontece, o funcionário pode acionar o Ministério do Trabalho e/ou a Justiça do Trabalho.

Relação entre PIS e PASEP

Para algumas pessoas, o PIS e o PASEP são a mesma coisa, já que eles aparecem sempre juntos em sites sobre direitos trabalhistas, mas essa ideia é equivocada. Na realidade, o PASEP é o Programa de Formação de Patrimônio do Funcionário Público, ou seja, ele só é recolhido para quem trabalha na iniciativa pública e o banco responsável é o Banco do Brasil.

Contudo, o funcionamento dos dois é parecido: em períodos determinados, os saques do PASEP são oferecidos aos trabalhadores. Vale dizer que muita gente tem recolhimentos híbridos em sua trajetória profissional, ou seja, já trabalharam na iniciativa privada (tendo um número de PIS e recolhimento) e já trabalharam na iniciativa pública (por sua vez, tendo o seu número de PASEP).

Admin

Admin

Autor do site GuiaComo.com. Contamos com 3 colaboradores e freelancers, quem são 100% qualificados e empenhados em trazer as dicas, tutoriais e notícias mais autênticas e fidedignas para os leitores quem precisem de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *